terça-feira, 25 de agosto de 2015

Resenha: Magya - Angie Sage



Sétimo filho do sétimo filho de uma família para lá de especial, Septimus Heap desaparece no dia de seu nascimento e é declarado morto pela parteira. Na mesma noite, seu pai, o Mago Silas Heap, encontra uma recém-nascida abandonada. Os Heap, então, adotam a menina e dão a ela o nome de Jenna. Dez anos mais tarde, a verdade sobre aquela noite e a origem de Jenna vêm à tona e a garota sofre uma tentativa de assassinato, obrigando a família Heap a fugir. Além disso, a Maga Extraordinária é destituída de seu cargo e uma nova ordem é instaurada no Castelo. Muitas mudanças à vista e, ao que tudo indica, a confusão tem relação com ninguém menos que Septimus, até então um simples sentinela.Magya é apenas o começo de uma grande história. Muitas surpresas e cada vez mais diversão esperam a garotada na emocionante e divertida série Septimus Heap, um lançamento que merece ser comemorado com nada menos que um delicioso “Assado de Repolho e Enguia com Nabos Recozidos”. A receita é da maga protetora Zelda Zanuba Heap, tia Zelda para os íntimos, e faz Septimus ficar com água na boca. 

Ao começar a ler eu pensei que o livro iria contar a história de Septimus, mesmo que dado como morto. Porém as surpresas começaram ali mesmo. Não só ficamos sem saber para onde de fato Septimus foi como também a história começa apresentando Jenna, a princesa e aparentemente o livro é sobre ela. Dez anos se passaram desde o dia em que a rainha foi assassinada, e que Septimus foi dado como morto e que Jenna foi adotada pela família Heap quando o Guardião do castelo descobre através de espiões onde a princesa está sendo criada e manda uma assassina para eliminar não só ela como a família inteira. Ao receber essas notícias do fantasma Alder a maga extraordinária Márcia tem certeza que precisa levar a menina para longe e contar logo a verdade para os Heap. Partindo numa fuga sem tempo a maga ainda socorre o menino 412 que acaba partindo com eles.
A cada capítulo a autora apresenta diversas facetas do universo criado. É um livro que além de apresentar muito bem toda a trama da série conta uma história muito boa. O melhor de tudo é que ao fim descobrimos porque a parteira fez o que fez e ainda que ela salvou muita gente sacrificando o próprio filho.
O livro é infatojuvenil, mas não parece. É estilo Harry Potter, que ao passar os livros a série vai amadurecendo com os personagens. A narrativa de Angie Sage é leve e rica em detalhes. Ela conseguiu construir um novo mundo de magia, com novos conceitos para tudo.
Layout por Maryana Sales - Tecnologia Blogger