quinta-feira, 2 de julho de 2015

Resenha: Não Conte a Ninguém - Harlan Coben



Quando Dr. David Back, um médico, e sua esposa Elizabeth estavam no local onde acontecera o primeiro beijo do casal para comemorar mais um aniversário do acontecimento, como eles faziam todo ano, os dois sofreram um terrível ataque. David recebeu um golpe muito forte e acabou inconsciente, e Elizabeth foi raptada e supostamente assassinada por um serial killer.

Oito anos depois, próximo ao local onde David e Elizabeth foram atacados a polícia encontra dois corpos e o taco de beisebol usado para golpeá-lo, e então, o caso volta à tona. O médico ainda recebe um misterioso email, que aparentemente, pode ter sido enviado por sua esposa, o que o faz ter esperança de que ela esteja viva.

David se torna o principal suspeito pela morte de sua esposa, e isso o põe na mira do FBI, e ao mesmo tempo caçado por um assassino de aluguel perigosíssimo. Mas ele ainda tem o apoio de sua melhor amiga, a modelo Shauna, da advogada Hester Crimstein e de um traficante de drogas - que diz ser grato a David, já que ele cuidou de seu filho enquanto estava doente -, e com a ajuda dessas pessoas David tenta descobrir toda a verdade e provar sua inocência.

Mas será que Elizabeth está mesmo viva? Se estiver, quais foram seus motivos para forjar sua própria morte? E onde terá ficado todos esses anos? Isso é o que David mais quer saber.

A narrativa do livro prende a atenção do leitor, os personagens são bem construídos e tem sempre algo novo acontecendo na história. Leitura contagiante! Esse foi o primeiro livro de Harlan Coben que li, e hoje sou fã do escritor.

"Não conte a Ninguém" foi adaptado para o cinema, produzido na França em 2006. O filme foi vencedor de quatro Cesars, inclusive de melhor ator e diretor.
Layout por Maryana Sales - Tecnologia Blogger