terça-feira, 15 de março de 2016

Resenha: Kings of Cool - Don Winslow

                                    

                                  

Chon, Ben e Ophelia (mais conhecida como O.) são amigos desde a adolescência. Se conheceram quando O. estava sendo atacada por outro garoto e os meninos a salvaram. Desde então se tornaram bons amigos.


Agora, com vinte e poucos anos, os jovens estão envolvidos com o tráfico de drogas, assassinatos e outros crimes. Até a metade do livro eu achei a história bem confusa e entediante, já que o assunto era só como conseguir drogas, para quem vender, achar uma casa de cultivo, essas coisas... Demorei duas semanas para sair da primeira metade do livro... :/ Mas depois, quando a história começa, finalmente, a desenrolar, a gente passa a conhecer o passado dos personagens.


São os dramas familiares bem comuns que sempre vemos por aí, e que, de algum modo, acabam influenciando no comportamento desses jovens. Chon nunca se deu bem com seu pai, que além de ter passado os primeiros dez anos do garoto na prisão, ele ainda agredia a mãe de Chon. E O., que mora com a mãe, não sabe quem é seu pai, mas se empenha em encontrá-lo, mesmo sua mãe não querendo que ela o encontre.


O livro é sobre corrupção policial, a busca pelo poder a qualquer custo, e os perigos do tráfico. O autor usa também a linguagem jovem, com bastante gíria.
Se você gosta de livros com esse tema, acho que também vai gostar de Kings of Cool. :)



Pouca gente é forçada a descobrir o que fazer quando após basearem toda a vida em uma coisa, outra lhe é oferecida em troca."
Layout por Maryana Sales - Tecnologia Blogger