domingo, 27 de março de 2016

Resenha: A Casa de Hades - Rick Riordan


No final do terceiro livro, antes de cair no Tártaro, Percy faz Nico prometer que irá levar seus amigos até a casa de Hades para que eles possam fechar as Portas da Morte. O livro mostra como o Percy e Annabeth estão lidando com os monstros no Tártaro para poder chegar às Portas da Morte e mostra também como os outros seis semideuses - Nico, Hazel, Frank, Leo, Piper e Jason - e o treinador Hedge estão lidando com todos os percalços que aparecem em seu caminho até a Casa de Hades. Não tem muito mais a falar sem dar spoilers. O livro é muito bom como sempre, e o autor colocou aqueles suspenses que te deixam super curiosa/o para saber o que vai acontecer a seguir, pois, como o livro é narrado por mais de uma pessoa, ele tem aquelas pausas na melhor parte da narrativa para que algum outro personagem comece a narrar. Como amo um bom suspense, para mim isso foi ótimo, apesar de tudo. Ao longo do livro podemos ver como os personagens cresceram e como eles mudaram desde o início da jornada. Enfim, o livro é ótimo, super recomendo essa série.


Annabeth encostou os lábios no ouvido de Percy.
– Amo você.
Não sabia se ele podia ouvi-la, mas, se morressem, ela queria que aquelas fossem suas últimas palavras.

 Acredito que o universo é basicamente como uma máquina. Não sei quem fez isso, se foram as parcas, os deuses, ou o Deus com D maiúsculo, ou qualquer outro ente. Mas funciona como deve a maior parte do tempo. Claro, algumas peças quebram e as coisas dão errado de vez em quando, mas, na maioria das vezes… tudo acontece por um motivo.

 É natural sentir medo. Todos os grandes guerreiros têm medo. Só os idiotas e loucos não o sentem.
Layout por Maryana Sales - Tecnologia Blogger