segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016

Resenha: Deixe a Neve Cair



O livro é composto por contos que se interligam. Cada um deles escrito por um autor diferente (Confesso que me interessei pelo livro por causa do João Verde ;) ).


O primeiro conto é o Expresso Jubileu - E conta a história de Jubileu uma garota normal que na véspera de natal recebe a notícia de que seus pais foram presos (em um tumulto em uma loja para comprar peças de cerâmica para sua cidade Flobie) e de que ela terá de pegar um trem para ir para a casa de seus avós na Flórida deixando para trás o namorado perfeito no dia em que eles comemorariam um ano de namoro. Porém, no meio do caminho o trem fica preso na neve (estava acontecendo a pior nevasca dos últimos 50 anos) e ela se vê presa em uma cidade desconhecida, longe dos pais e do namorado e sem muitas chances de avançar em sua viagem, até que um estranho resolve ajudá-la e abrigá-la em sua casa até que o trem possa seguir viagem. Apesar de ter lido o livro por causa do John esse foi meu conto favorito <3.



Mas eu percebi você. E isso me levou à loucura desde o primeiro minuto.
.
O Milagre da Torcida de Natal - Conta a história de 3 amigos - Tobin, Duke e J.P - que acabam interrompendo sua maratona de Sherlock Holmes pois, seu amigo Keun liga avisando que há 14 líderes de torcida na Waffle House onde ele trabalha e que eles devem ir para lá e levar um Twister - jogo - antes dos amigos dos outros funcionários do lugar, afinal só havia lugar para um grupo de amigos. Tobin e J.P ficam loucos para ir para lá, mas Duke (a única garota do grupo) não está tão animada assim para passar o natal presa em local lotado de líderes de torcida enquanto seus amigos se divertem. Mas no final ela acaba indo e o conto se torna uma espécie de corrida maluca alá Dick Vigarista.
.
- Você, tipo, não é uma garota de verdade.
- Se com isso quer dizer que eu não gosto de revistas de celebridades, prefiro comida à anorexia, me recuso a assistir aos programas de TV sobre modelos e odeio a cor rosa, então, sim. Estou orgulhosa de não ser uma garota de verdade.
.
O terceiro conto é o Santo Padroeiro dos Porcos - Após o fim de namoro, Addie está trancada em seu quarto presa em seu mundinho, até que suas amigas Tegan e Dorrie  chegam à sua casa, após repararem que a amiga mudou o visual elas a obrigam a contar o que a levou a fazer aquilo, depois de contar sobre o email que havia enviado a seu ex para que ele fosse encontrá-la no dia anterior e ele não foi, Dorrie acaba acusando-a de ser egoísta e só pensar em si mesma (o que é uma grande verdade - lendo nas entrelinhas esse foi o motivo do término). Para provar que a amiga esta errada, Addie acaba ficando com a função de buscar Gabriel - o novo porquinho de estimação de Tegan - porém, nem tudo sai como o planejado e Addie acaba tendo de esquecer de si mesma por um tempo e começar a pensar nos outros para assim mostrar a seu ex e a suas amigas que é uma nova pessoa.
.
.
Por um segundo, não me reconheci: não era meu cabelo, não era minha cara, não eram meus olhos angustiados. Pensei: Quem é essa garota maluca?

Adorei o livro, é uma leitura leve e divertida, perfeita para passar o tédio e se divertir.
Layout por Maryana Sales - Tecnologia Blogger