terça-feira, 23 de junho de 2015

Resenha: Eva - Anna Carey

O amor é só... - procurei as palavras certas -  gostar de alguém. Sentir que aquela pessoa tem importância para você, como se o seu mundo fosse ser mais triste sem ela.

 Eva é o primeiro volume da trilogia que leva esse nome. Nesta distopia, uma epidemia atingiu a população matando boa parte dela e deixando inúmeras crianças órfãs. Eva é uma dessas crianças, depois que sua mãe adoeceu, Eva foi levada por um grupo de pessoas para uma escola especial apenas para garotas, nessa escola ela recebeu uma excelente educação e tudo de bom e do melhor. Também lhe foi prometido que quando se formasse podia se mudar na Capital e exercer a profissão que desejasse, no caso de Eva ela poderia se tornar uma artista.

 Porém um dia antes de sua formatura, Eva confronta Arden, uma garota encrenqueira e que gosta de arrumar confusão, pois acha que ela quer sabotar a festa de formatura, entretanto, Arden lhe diz que está fugindo pois tudo que lhes foi prometido era mentira, elas não irão para a Capital, na realidade elas apenas irão para outro prédio onde ficarão presas pelo resto de suas vidas apenas procriando para repovoar o mundo, gerando um filho após o outro.

 No início Eva não acredita em Arden, porém depois de descobrir a verdade, ela percebe que deve fugir o mais rápido possível. Todavia, o mundo por trás dos muros da escola não é tão inofensivo assim e ela deve aprender lições que nunca lhe foram ensinadas na escola. No seu caminho Eva reencontra Arden e conhece Caleb, um fugitivo que mora com outros garotos em um complexo subterrâneo. O problema é que Eva foi criada acreditando que os homens são ruins por natureza. Só que Caleb acaba provando que nem tudo que ela ouviu no colégio era verdade.
Layout por Maryana Sales - Tecnologia Blogger